FORMAÇÕES

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Um 2011 mais cristão: Feliz Ano Novo!!

Com Cristo e no seguimento do Seu Amor, nos preparamos para iniciar mais um ano, cheio de atividades, compromissos, alegrias, desafios... Ahh! É bom saber que junto conosco caminha O Espírito Santo de Deus, nossa grande Força, nossa certeza de vitória! Motivados assim, Quem será contra nós?
Um feliz 2011 a todos os amigos e amigas irmãos e irmãs de Caminhada, que fizeram esse espaço mais bonito, mais cheio de Deus!

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Pe. Benevides: uma voz pelo Evangelho!

Não há como desvincular a história religiosa de Caraúbas, da presença marcante do Pe. Raimundo Benevides, Pe. Benevides, como ficou carinhosamente conhecido por todos. Sua voz marcante e sua firmeza no Ministério, motivava a caminhada da Igreja, em especial, da Paróquia de São Sebastião de  Caraúbas. À Família, nossos sinceros votos de pesar, à nossa Comunidade Cristã caraubense a certeza de que agora este servo integra lá no Céu e definitivamente, o grupo dos Homens de Deus, junto a São Francisco de Sales. Pe. Benevides, descanse em Paz!

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

FESTA DE NOSSA SRA DA CONCEIÇÃO: APODI ESPERA A VINDA DO MENINO DEUS!

"Emanuel, Deus Conosco, vem ao nosso mundo vem!"

Impulsionados na força do Senhor e pela fé e alegria do povo apodiense, celebramos ontem na Praça da Igreja Matriz de Nossa Senhora e de São João Batista, mais um grande momento de Louvor! De volta a Apodi, tivemos uma calorosa recepção do recém ordenado Padre Maciel que pastoreia aquela Comunidade. Ele ainda nos mostrou seu projeto de expansão da Casa Paroquial, que reformou e ampliou espaços de celebração e formação em toda a Casa. Em ambiente muito familiar, todo o evento musical demonstrou a adesão dentro da Igreja à evangelização através da Música Mensagem.

Pe. Maciel com o casal Chiquinho e Zilene na Festa de Nossa Sra Aparecida em Trindade

sábado, 4 de dezembro de 2010

ABERTURA DA FESTA DE SANTA LUZIA 2010: VER COM OS OLHOS DO CORAÇÃO!

A Diocese de Mossoró iniciou ontem mais uma grande festa em honra a Mártir Santa Luzia. Com o Tema SOB O OLHAR DE SANTA LUZIA, CAMINHAMOS NA PALAVRA DE DEUS  e o Lema VER COM OS OLHOS DO CORAÇÃO, a Festa marca o Primeiro ano de Pe. Walter Colini como vigário da Paróquia de Santa Luzia. Partindo da Paróquia de Riacho da cruz, passando por algumas cidades da Diocese até chegar na Catedral, todo o momento foi marcado por forte sentimento de integração e fraternidade, união e partilha entre todos os fiéis da terra de Santa Luzia. Na abertura, após o pronunciamento do Pe. Walter Colini, lançamos à todos os irmãos diocesanos, a MÚSICA TEMA  da Festa de Santa Luzia 2010: Olhar de paz, Olhar de Luzia. Confira as imagens:
Apresentação da Música Tema à Comunidade

O Grupo de Violão "Ecoarte" tocou o Hino Nacional Brasileiro no hasteamento das bandeiras


Pe Walter Colini vigário da Paróquia de Santa Luzia

D. Mariano Manzana, Pastor Diocesano

Veja o vídeo da apresentação da Música Tema

domingo, 28 de novembro de 2010

SEVERIANO MELO: A ALEGRIA DO SENHOR É NOSSA FORÇA!!

Definitivamente, a alegria do povo severianense foi a tônica do show de ontem! No encerramento da Festa de Nossa Sra.das Graças, não faltou energia aos fiéis que junto conosco, fizeram um momento de louvor e muita festa ao Deus da Vida. Confira as imagens:


Tudo pronto , som passado...

A Alegria do Senhor é nossa força!








 
À glória e toda Comissão da Festa, nosso agradecimento fraterno!


sábado, 20 de novembro de 2010

MÚSICA TEMA DA FESTA DE SANTA LUZIA 2010


Cecília Meireles já disse um dia falando sobre a magia e o encanto da Música e o destino do poeta: Eu canto porque o instante existe, não sou alegre nem sou triste, sou poeta. Sem querer em nenhuma hipótese questionar ou desfazer do trabalho de tão grande ícone da Literatura brasileira, apresento apenas uma ressalva ao falar do músico cristão: cantamos por existir o instante também, mas, somos cheios da alegria do Senhor que move o nosso trabalho de Evangelização; e é nessa alegria que apresento aqui a toda Comunidade Diocesana a Música Tema da Festa de Santa Luzia 2010 de Mossoró/RN. Atendendo ao pedido do Pe. Walter Collini, vigário geral da Diocese, e inspirado no Lema da Festa "Ver com os olhos do coração", aqui publico letra e música para que todos os fiéis diocesanos possam desde já cantar. A música "Olhar de Paz, Olhar de Luzia", pretende a exemplo do Hino do II Congresso Eucarístico Diocesano, realizado em 2006 servir à Mensagem trabalhada em toda a festa e embalar o louvor de muitos irmãos e irmãs devotos de Santa Luzia. Ouça a MÚSICA TEMA em: http://www.myspace.com/canindecosta/music/playlists/canind-costa-s-playlist-1000196?ap=1&sms_ss=blogger&at_xt=4cce09751af0372a,0


OLHAR DE PAZ, OLHAR DE LUZIA
CANINDÉ COSTA
EU VEJO UM MUNDO DIFERENTE PELOS OLHOS DO MEU CORAÇÃO
VEJO NO ROSTO DO IRMÃO A PAZ DE DEUS
E A ALEGRIA DE SERVIR COM GRATIDÃO
SANTA LUZIA ACOLHE SEMPRE ESSE POVO
MOMENTO NOVO VAMOS CELEBRAR AGORA (BIS)

OLHAR DE PAZ, OLHAR DE LUZ
É MOSSORÓ SEGUINDO OS PASSOS DE JESUS
E NESSA ESTRADA SANTA LUZIA
CAMINHA JUNTO NA PALAVRA, LUZ E GUIA!

CHEGOU O TEMPO DO EVANGELHO VAMOS JUNTOS ANUNCIAR
CADA IRMÃO É CONVOCADO A SER SEMENTE
DE TERRA BOA E PRODUZIR E PARTILHAR
O AMOR DE DEUS É FORTALEZA NESSA LUTA
IRMÃO ESCUTA ,O MESTRE CHAMA, VAMOS LÁ!(BIS)

Ó SANTO ESPÍRITO VISITA ESSA FESTA E ME FAZ VIVER
ESSE MOMENTO CONSAGRANDO MINHA FÉ
E MINHA VIDA TAMBÉM QUERO OFERECER
REZAR POR TANTOS QUE NÃO REZAM E PRECISAM
DA TUA BÊNÇÃO PROVIDENTE EM CADA SER (BIS)

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

MISSA NÃO É SHOW!


“O canto e a música desempenham sua função de sinais de maneira tanto mais significativa por ‘estarem intimamente ligados à ação litúrgica’, segundo três critérios principais: a beleza expressiva da oração, a participação unânime da assembleia nos momentos previstos e o caráter solene da celebração. Participam assim da finalidade das palavras e das ações litúrgicas: a glória de Deus e a santificação dos fiéis” (Catecismo da Igreja Católica, n. 1157).
Não pretendo fazer aqui um tratado de liturgia, apenas darei algumas dicas sobre a postura do ministério de música em animações litúrgicas, especialmente nas Celebrações Eucarísticas.
Na Santa Missa, o presidente é o sacerdote; portanto, antes de toda e qualquer celebração, converse com o padre e exponha o que o ministério preparou em unidade com a equipe de liturgia.
Sei de toda a complexidade e até das diferentes interpretações sobre a liturgia que alguns padres dão; em todo o caso, vale a máxima: “Quem obedece não peca”. Portanto, consulte-o e obedeça-lhe.
Se você tiver conhecimento o bastante sobre o assunto e abertura com o sacerdote, poderá defender sua opinião; o diálogo nos faz crescer. Mas converse em outro momento, não poucos minutos antes do início da celebração.
Na Celebração Eucarística, a música deve contribuir para o engrandecimento e a profundidade dos momentos litúrgicos; por isso, cada canção precisa se encaixar com o momento certo e acompanhar os tempos litúrgicos.
Santa Missa não é show! Não chame a atenção do povo para si ou para seu grupo musical. Na Eucaristia, Jesus é o centro. Não desvie a atenção das pessoas com “caras e bocas” durante a interpretação de uma música, nem na execução de um solo instrumental. Tampouco converse durante a Celebração Eucarística, escolha antecipadamente as músicas e seus respectivos tons. Se houver extrema necessidade de algum diálogo, faça-o da forma mais discreta possível. Nada mais desagradável do que um ministério se entreolhando com ar desesperado, de: “Qual a próxima música?” ou “Qual o tom?”.
Não use, durante a Missa, roupas com cores fortes ou estampadas, a não ser que você seja convocado de surpresa e não tenha condições de se trocar. Também não use, de jeito nenhum, roupas sem mangas, decotadas, transparentes ou bermudas durante a Celebração Eucarística.
Escolha os cânticos de acordo com as leituras e o tempo litúrgico. Não se pode cantar os “hits”, a não ser que se encaixem com o tema da celebração.
Peça aos músicos que toquem de forma harmônica e com um volume que favoreça a oração. Já vi muitas vezes sacerdotes e até bispos serem “martirizados” pelo alto volume dos instrumentos, inclusive da bateria, montados a menos de um metro de seus ouvidos, em palcos pequenos.
Não use a harmonia mais complicada que você sabe tocar. Nas celebrações, precisamos ajudar o povo a rezar as canções. Acordes muito dissonantes não são os mais indicados nessas ocasiões. Cuidado para não fazer das Missas uma “válvula de escape” para seu desejo de tocar no “Free Jazz Festival” ou no barzinho mais “out” de sua cidade.
Ensaie com os fiéis antes da Missa. Ensine-lhes os cânticos novos e motive-os a rezar com eles.
Algumas fórmulas da Santa Missa, como o “Cordeiro de Deus”, não podem ser modificadas. Estude liturgia! Em liturgia não dá para improvisar.
Não queira ser um ministro de música “garçom”, que apenas serve aos outros o banquete. Participe ativamente de cada momento da Celebração, sente-se à mesa. Você também é um “feliz convidado para a Ceia do Senhor”.
Se você é animador de música na liturgia, não multiplique as palavras. Não queira fazer uma homilia a cada música, nem queira roubar o papel do comentarista.

Luiz Carvalho - Fundador da Comunidade Recado

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Unção e técnica musical


O músico precisa ter cuidado para não se preocupar somente com a música ou com a técnica musical; deve buscar um equilíbrio em sua caminhada, deixando que o Espírito Santo conduza sua vida ao deserto, para a provação e libertação e, em seguida, o mesmo Espírito o conduza para o meio do povo, a fim de libertar e curar por intermédio da música.

Muitos músicos ainda não foram "aprovados" no deserto, estão sendo reprovados diante das provações e tentações; não se entregaram à graça do Espírito Santo para vencer o pecado. No entanto, se preocupam em estar no meio do povo, mas sem consciência de que sua presença não tem autoridade diante do demônio e, muito menos, sua música pode libertar alguém. Muitos músicos precisam ser libertos para depois sair e ajudar as pessoas a se libertarem.

Como ajudar alguém a sair do adultério se nós não conseguimos sair dele? Como ajudar alguém a se libertar dos vícios se ainda não vencemos essa tentação em nossas vidas? Como falar em roubo, masturbação, mentira, irresponsabilidade se no deserto nos entregamos a tudo isso? O músico precisa ter equilíbrio e estar aberto para as libertações que Deus precisa fazer nele.

Muitos querem tocar para Deus todo o tempo que puderem, porém, não entendem que a verdadeira música do céu não pode ser tocada sem o Espírito os conduzir ao deserto. É no deserto que Ele os liberta dos males e dos pecados, lhes dá a vitória sobre o inimigo e, em seguida, os conduz a fazer um "barulho de Deus" nos corações das pessoas.

Nos grupos de oração, o músico pode até tentar exorcizar com seu canto, mas o que faz a diferença é se ele já foi aprovado no deserto. Caso não, as pessoas vão embora no mesmo estado em que entraram no grupo.


Trecho do livro: "O Músico e a Arte de Servir a Deus"

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

NOVO BLOG: MÚSICA E EVANGELIZAÇÃO

Olá amigos, que o Senhor lhes dê a Sua Paz!

Inicio aqui um novo espaço interativo com todo o Povo de Deus, músicos, religiosos, evangelizadores e amigos que sonham com um mundo mais justo e digno através da vontade do Deus Pai! Como católico, convido todos os irmãos católicos a se sentirem em casa e assim, de maneira franca e honesta, dialogarmos e construírmos boas parcerias à luz do Evangelho. Como católico ecumênico, convoco amigos evangélicos a sermos Instrumentos da Paz do Senhor, ideia e prática do testemunho de São Francisco de Assis, Santo que viveu a frente do seu tempo e soube nos ensinar muitas coisas com os seus atos, inclusive contemplar todo o Universo como Criação Divina e entender que tudo provém de Deus.

A todos, desejo uma bênção derramada a cada instante, pois cada pessoa é um  Jardim Secreto guardado no coração do Pai!

Com orações fraternas,

seu irmão, Canindé Costa.